Blog Sercompe

Fique por dentro das novidades

13 de abril de 2021

O impacto da TI na competitividade das empresas

ilustração de computadores e dados digitais interligados

O mundo tem mudado de forma veloz, e as empresas que desejam acompanhar toda essa evolução tecnológica precisam entender como a TI tem impactado o mercado. Não é mais uma questão de diferencial. É questão de sobrevivência. E o motivo para isso é que a tecnologia da informação tem servido de base para os novos módulos empresariais, processos de negócio e meios de compartilhar a informação.

Em pleno século XXI, ter um bom gerenciamento de TI possibilita que empresas de todos os portes aumentem sua competitividade já que ela viabiliza a execução de processos complexos. Ao mesmo tempo, contribui para o conhecimento do ambiente em que a empresa está inserida.

Porém, para que todas as vantagens com o uso da tecnologia da informação sejam experimentadas dentro da organização, faz-se necessário uma boa gestão de TI. Mas como fazer isso, de fato? Se você está em busca dessa resposta, continue a leitura!

O que é gestão de TI?

Não basta apenas fazer um investimento robusto na TI da sua empresa se ela não for gerenciada corretamente. Nesse cenário a gestão de TI se torna o ponto-chave das organizações que buscam ter vantagem competitiva em seu mercado de atuação.

Basicamente, a gestão de TI é a administração dos recursos tecnológicos que são utilizados no processo de tratamento da informação em uma entidade, instituição ou organização.

Dentro da gama de ações feitas pelo gestor e sua equipe estão a coleta, armazenamento, processamento, seleção, comparação, distribuição e avaliação de dados que serão convertidos em informações para a tomada de decisão.

Pilares da gestão de TI

Sendo então de suma importância para que as empresas consigam ter vantagem competitiva no mercado, é preciso que o gestor desenvolva seu trabalho com base nos 3 pilares que sustentam a gestão da tecnologia da informação: pessoas, processos e tecnologia.

Aqui, as pessoas participam do processo de tratamento da informação; os processos estruturam a área de TI; e a tecnologia é responsável por dar o suporte aos processos. Além disso, cabem à gestão de TI algumas ações estratégicas, tais como:

  • Manter o desempenho dos serviços;
  • Promover a transformação digital na empresa;
  • Manter a satisfação dos clientes em relação aos serviços;
  • Fazer a gestão da equipe de TI;
  • Dar suporte aos processos organizacionais;
  • Gerenciar riscos;
  • Alinhar o uso da tecnologia da informação ao planejamento estratégico da empresa.

Com tantas responsabilidades dentro das organizações, a presença de um bom gerente de TI é que permitirá a realização destas atribuições de forma coesa e estratégica.

Qual o impacto do gerenciamento de TI nas empresas?

Agora que ficou claro quais são as atribuições da gestão de TI, não poderíamos deixar de fora os impactos positivos que ela pode trazer ao negócio. Além de melhorar a eficiência nos processos, existem outros benefícios que podem ser percebidos:

Maior qualidade dos serviços

Quando a empresa usa boas ferramentas de TI, é possível realizar um gerenciamento do nível de serviço e dos processos de relacionamento comercial. Dessa forma, a empresa consegue visualizar melhor a experiência do cliente e munida dessas informações gerenciar melhor as expectativas dos consumidores de modo a ofertar um serviço mais personalizado.

Otimização no gerenciamento de TI

Com um bom sistema de TI, sua organização pode contar com um ambiente mais ágil e adaptável às mudanças impostas pelo mercado global. A vantagem é que a sua empresa estará à frente e com as informações que precisa para realizar melhorias na infraestrutura, não sendo necessário parar com a sua prestação de serviços.

Redução de custos com TI

Como já comentamos, muitas empresas acreditam que é necessário ter um sistema robusto e caro de TI para ter alguma vantagem competitiva no mercado atual. Isto pode ser enganoso, principalmente se não houver na retaguarda uma equipe capacitada e que saiba operar tudo de forma estratégica.

Sendo assim, quando a gestão de TI da organização é formatada de maneira eficiente, é possível um melhor retorno sobre os investimentos nesta área, com redução de gastos e consequente melhoria da saúde financeira do empreendimento.

Por que o investimento em TI gera vantagem competitiva?

Com o avanço da globalização, o mundo se transforma em instantes. Isso exige das empresas mais rapidez e que tenham um sistema de informação ágil de forma a acompanhar o ritmo dessas mudanças. A TI, por si só, já provocou mudanças significativas no mundo do trabalho, que passaram de manual a eletrônico em poucos anos.

As empresas precisam, neste cenário, investir em tecnologias e inovações para conseguirem acompanhar as demandas dos seus clientes. Estas ações permitem que os gestores consigam organizar todos os recursos tecnológicos disponíveis para utilizá-los de forma estratégica e alinhado aos objetivos organizacionais.

Sem essas ações, o empreendimento pode sofrer diversos problemas, como a interrupção de suas atividades, indisponibilidade dos sistemas e rede, incidentes com dados corporativos, brechas e vulnerabilidade, entre outros contratempos que desgastam tanto a imagem da empresa quanto seus recursos.

Por isso, é fundamental que, independentemente do tamanho, as organizações reconheçam o impacto da TI em meio a um mercado cada dia mais competitivo e invistam em um bom gerenciamento de sua equipe para enfrentarem as mudanças de modo proveitoso.

Compartilhe essa matéria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *