//Blog
22 de fevereiro de 2021
Compartilhe:

Armazenamento inteligente: fundamento dos próximos anos

Vamos abordar hoje um componente crucial de TI, responsável pelos maiores índices de crescimento de demanda dentro das organizações: armazenamento. Para transformar a operação de TI as empresas precisam entender tanto o “status quo” quanto às tecnologias emergentes de armazenamento disponíveis. 

É fato que cada organização tem suas particularidades com relação a diversos pontos e com as demandas de armazenamento de informação não poderia ser diferente. Mesmo assim, partindo de uma situação comum a grande maioria, o Gartner disponibilizou um estudo chamado “2020 Strategic Roadmap for Storage”. Neste estudo temos vários pontos de vistas que convergem para algumas visões de um futuro próximo, que está sendo moldado neste exato momento:

  • Até 2024, a participação de infraestrutura hiperconvergente “on-premises” vai crescer para 40% (hoje 20%), absorvendo principalmente a estrutura tradicional de 3 camadas;
  • Até 2024, o volume de dados não estruturados armazenado no formato de arquivos ou “object storage” irá triplicar, tanto “on-premises” quanto na borda e na nuvem se comparado a 2020;
  • Espera-se que até 2024, 40% dos líderes de TI terão implementado pelo menos uma solução de armazenamento em cloud híbrida, saindo dos atuais 10%;
  • As soluções de armazenamento definidas por software (SDS), tanto “on-premises” quanto em nuvem responderão por 50% da capacidade global instalada até 2024.

Diante destas visões, é fundamental ter em mente a importância da implementação de uma cultura de soluções financeiramente sustentáveis assim como tecnicamente confiáveis. Vários pontos são alavancados pelo crescimento da demanda de armazenamento. As soluções de proteção são um destes pontos.

Outro item que merece muita atenção é a demanda crescente pelo aproveitamento da informação armazenada, um tesouro que precisa ser explorado e ao mesmo tempo protegido com um controle de acesso eficiente e autônomo.

Para que tudo isso aconteça é necessário que um processo natural de evolução tecnológica e de comportamento aconteça. A tabela abaixo sintetiza este estado atual, o futuro, quais os espaços a serem cobertos e como desenvolver uma estratégia de migração.

Os líderes de TI precisam transformar sua operação e seus sistemas de armazenamento segundo políticas provenientes das novas demandas.

O crescimento de novas aplicações trará uma demanda de armazenamento sem precedentes com sérias implicações na forma atual de trabalho. Cada vez mais soluções inteligentes suportadas por poderosos algoritmos de IA (Inteligência Artificial), integração com aplicações, gestão remota, serviços gerenciados e pagamento pelo uso serão a realidade das novas demandas.  

Estima-se que em 2025 serão entregues aproximadamente 3.5 milhões de “petabytes” (PB) de armazenamento, divididos entre discos sólidos (SSD), mecânicos (HDD) e fitas, e este número deve crescer a taxa de 30% ao ano até 2030. Além de toda a complexidade de gestão, soma-se a isso a necessidade de exploração de toda essa massa de dados com foco na geração de resultados. Por estes motivos, a forma “tradicional” de gestão de armazenamento será substituída aos poucos pelo armazenamento inteligente.

Nesta frente surge no mercado um conceito novo chamado AIOps (Inteligência Artificial para as Operações de TI), que transforma a gestão de armazenamento em uma infraestrutura inteligente, habilitando visualização completa desde a infraestrutura até a aplicação passando por camadas intermediárias como máquinas virtuais e/ou containers. 

Além da perspectiva técnica, o principal ganho com adoção de AIOps está na otimização da infraestrutura. O aumento da eficiência no uso da infraestrutura e a redução de paradas não programadas refletirá em redução de custos e ganho de produtividade. 

Os sistemas de armazenamento vão utilizar modelos de “machine learning” treinados globalmente para analisar as cargas de trabalho e recomendar ajustes baseados na qualidade do serviço. 

Além disso, toda a dinâmica de suporte técnico a esta nova infraestrutura será baseada em recomendações personalizadas a cada caso, de acordo com o contexto e o momento daquele ambiente. 

A classificação e compreensão dos dados armazenados atingirão um nível de evolução que permitirá refinamentos de configuração que até então não eram possíveis de implementar. Tudo isso com foco nos três pilares principais:

  • Custo;
  •  Desempenho;
  •  Disponibilidade.

Saiba quais são as soluções estão acompanhando a evolução do armazenamento

E tudo isso já é realidade na mão de empresas líderes no desenvolvimento de tecnologia. A HPE, por exemplo, oferece uma plataforma de dados inteligentes, uma solução de armazenamento conduzida por IA que evita problemas antes que eles ocorram, aprendendo e se ajustando em tempo real. Essa plataforma foi desenvolvida tendo em mente a infraestrutura híbrida, para que seus dados fiquem acessíveis e utilizáveis em todos os ambientes de nuvem.

Um dos expoentes desta geração de soluções é o HPE Nimble Storage, um equipamento pronto para a nuvem híbrida, que entrega seis 9’ de disponibilidade e reduz em até 79% as despesas operacionais com armazenamento. 

Com o HPE Nimble junto ao HPE InfoSight você não terá mais de reagir a problema atrás de problema e de ter de contar com a visibilidade limitada de uma infraestrutura em silos complexa. O HPE InfoSight oferece operações autônomas alimentadas por IA, que garantem operação contínua, desempenho e agilidade ao seu ambiente. 

Procure um de nossos especialistas e venha desenhar sua jornada para o armazenamento inteligente.

Deixe seu Comentário
Deixe seu Comentário

Whatsapp
Fecha Menu

//SOLICITAR ORÇAMENTO







    Receba uma solução personalizada, fruto de um trabalho de pesquisa, análise e arquitetura, realizada por nossos especialistas em tecnologia e liderada pelo nosso time de negócios, com um objetivo comum: entregar resultados concretos para o seu negócio.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.