//Blog
25 de outubro de 2021
Compartilhe:

5 vantagens de Virtual Desktop Infrastructure: vire o jogo sem medo!

Pare e visualize a sua infraestrutura de TI. Ela está oferecendo a produtividade e segurança que a sua equipe merece ou o caos toma conta da rotina em tempos de trabalho remoto? Bem, as empresas sentiram que era preciso reavaliar a sua infraestrutura, pois a pandemia fez com que muitos funcionários trocassem o escritório do trabalho pelo home office. 

Eis que surge o dilema: como a equipe pode continuar suas atividades de qualquer lugar sem precisar levar seus desktops para casa ou para outro ambiente? Fora essa questão, o crescimento de ataques cibernéticos que resultam no roubo e vazamento de dados evidencia a falta de cibersegurança, inclusive de falhas cometidas pelos próprios funcionários.

Então, percebeu-se na virtualização de desktops uma alternativa para atender os requisitos de segurança, mobilidade de dados, economia e uma série de outros atributos que ajudariam os negócios em situações emergentes, como desastres naturais, protestos, bloqueios ou qualquer outro evento que impeça a locomoção dos funcionários. 

Embora o VDI (Virtual Desktop Infrastructure – infraestrutura de desktop virtual) fosse considerado uma solução que estava entre o meio corporativo, ele não recebia tantos olhares atentos até ser considerado uma carta na manga para manter o desempenho no auge da modalidade remota ou híbrida. À medida em que o expediente é executado em outros lugares, a virtualização de desktops só aumenta. 

Como que o conceito de VDI é aplicado no dia a dia?

Podemos explicar o VDI de forma bem simples, o acesso remoto acontece por meio de uma área de trabalho virtual a um servidor centralizado no data center. Assim, o usuário consegue acessar as aplicações da empresa como se estivesse em um desktop tradicional utilizando qualquer dispositivo (PCs, notebook, tablet e smartphone) mesmo se esse dispositivo não apresentar o melhor desempenho ou a conexão com a internet não for das melhores. 

O VDI pode ter suas aplicações baseadas em host, nas quais as aplicações são personalizadas de acordo com o usuário enquanto na hospedagem compartilhada a área de trabalho é acessada por todos. 

Existem dois tipos de VDI. VDI persistente é aquele em que cada usuário se conecta ao mesmo desktop sempre e pode customizá-lo conforme o que sua função exige. 

Por outro lado, no VDI não persistente, os usuários acessam às áreas de trabalho abrangentes, ou seja, não são personalizadas para determinados usuários. Além disso, as informações não ficam salvas após cada sessão. 

Por que o VDI virou o queridinho na hora de escolher uma tecnologia que apoia o trabalho remoto? Vamos apresentar 5 vantagens dessa solução para você usá-la sem receio!

Os custos estão pesados? O VDI ameniza eles para você

Um dos benefícios da virtualização de desktops é a redução de custos operacionais com hardware, inclusive os gastos com implantação e manutenção. O uso de dispositivos pessoais também diminui a necessidade de investimento em novos equipamentos para os departamentos. 

Desempenho e flexibilidade que acompanham a dinâmica dos negócios

Com a transformação digital em alta, a flexibilidade é um ponto-chave para as organizações, visto que com o VDI é possível escalar o desempenho de maneira muito superior aos desktops tradicionais. É muito fácil configurar e adicionar ferramentas em servidores centralizados. 

Fácil de gerenciar 

A gestão consegue centralizar o gerenciamento, com a interface padrão para configurar o controle dos usuários, sistemas e aplicações que os funcionários precisam para fazer suas tarefas, contribuindo para a produtividade dos administradores de TI também. 

As duas principais vantagens que você terá ao obter uma solução de VDI são: maior nível de segurança e mobilidade 

Segurança 

A popularidade do trabalho remoto trouxe à tona a preocupação com segurança, já que segundo a Check Point, há um aumento de 40% nos ataques cibernéticos semanais a organizações em 2021 em relação ao ano de 2020. 

O fato é que a adoção da virtualização de desktops aparece como uma alternativa para evitar que esses ataques aconteçam, pois ela oferece controle de usuários no ambiente virtual e impede que qualquer outro software seja implementado na área de trabalho, mantendo-a protegida. 

No momento em que se fala da proteção de dados, de acordo com o Gartner, em 2023, 65% da população mundial terá suas informações pessoais cobertas por regulamentações modernas de privacidade, como é o caso da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que está em vigor no Brasil.

O VDI colabora com o cumprimento dos requisitos da lei quanto ao processo de tratamento de dados ao fornecer implementações de políticas de segurança e conformidade, como backup, criptografia e os dados são mantidos dentro do data center, evitando que eles estejam disponíveis em outros lugares, correndo risco de serem expostos a diversas vulnerabilidades.

Deixe seu Comentário
Deixe seu Comentário

Whatsapp
Fecha Menu

//SOLICITAR ORÇAMENTO








    Receba uma solução personalizada, fruto de um trabalho de pesquisa, análise e arquitetura, realizada por nossos especialistas em tecnologia e liderada pelo nosso time de negócios, com um objetivo comum: entregar resultados concretos para o seu negócio.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.