Case Hospital Santa Catarina Blumenau

“A Sercompe desenhou um cenário para atender aos requisitos do sistema cobrindo os entregáveis de alta disponibilidade para o ambiente”.

Melissa de Souza

Supervisora de TI do HSC


 

Sobre o Hospital Santa Catarina Blumenau

 

O Hospital SC Blumenau nasceu de um grande sonho em 1920. Hoje conta com uma área construída de mais de 19 mil m². São de internação e aproximadamente 1.000 colaboradores, realizando em média, por mês, 3.500 atendimentos no Pronto-Atendimento e 850 internações. Além disso, são feitas em torno de 600 cirurgias.

Grandes investimentos em infraestrutura e tecnologia de ponta, contratação de profissionais altamente qualificados e importantes alianças com parceiros, permitem ao HSC Blumenau oferecer assistência médico-hospitalar diferenciada.

Tecnologia para crescer

Com a necessidade de evoluir tecnologicamente, migrando do atual sistema de gestão Tasy para uma nova plataforma, e também substituir equipamentos ao fim de vida útil para gestão operacional dos sistemas internos de atendimento e dos pacientes, foi preciso elevar os níveis de disponibilidades das aplicações, já que as mesmas são indispensáveis ao dia a dia do hospital. Nascia assim o PAD III (Plano de Alta Disponibilidade) do Hospital Santa Catarina.

Era necessário estimar adequadamente a estrutura para atender aos requisitos das novas aplicações, garantindo conformidade com o licenciamento e homologação aos requisitos técnicos dos sistemas, tudo isso aliado ao modelo de alta disponibilidade interna, com dois sites (data centers) e replicação síncrona dos dados armazenados em Storage.

Além disso, existia a necessidade de melhorar o desempenho dos sistemas, e ampliar a proteção de dados, assim como a necessidade de tecnologia de rede para o data center com alto desempenho e redundâncias, suportando tanto a nova infraestrutura quanto as tecnologias do legado.

Como fizemos

A arquitetura foi composta de servidores ProLiant de Rack, com virtualização vmware e host Red Hat Linux. Armazenamento 3par 8200 com tecnologia híbrida de discos mecânicos e sólidos distribuídos em dois sites e rede de dados (SAN) Brocade.

Na frente da proteção de dados foi adicionada a funcionalidade de backup em disco para o software Data Protector já em uso no cliente.

Para a conectividade de rede foram fornecidos Switches Core HPE da Família 5800, empilhados entre si e entre os data centers, formando assim um fabric único de alto desempenho e resiliência. Também foi fornecido o Software de Gerenciamento e Monitoramento HPE IMC, para melhorar a visibilidade e troubleshooting tanto do ambiente de Core como das bordas onde são utilizados switches do legado.

“Com essa solução, foi possível habilitar a estrutura de alta disponibilidade atendendo a expectativa financeira do Hospital”. Relata Melissa.

A estrutura foi simplificada com a maior consolidação do ambiente e foi conferida automação ao sistema de armazenamento de dados para se adequar aos requisitos de desempenho do ambiente de forma dinâmica.

A estrutura agora tem contingência, suporta novos sistemas e mitigou riscos operacionais.

 

 

 

  • Migrar sistema de gestão;
  • Substituir equipamentos ao fim da vida útil;
  • Melhorar o desempenho dos sistemas;
  • Ampliar a proteção de dados;
  • Implantar tecnologia de rede para o Data center com alto desempenho e redundâncias.
  • Servidores ProLiant de Rack, com virtualização vmware e host Red Hat Linux;
  • Armazenamento 3par 8200 com tecnologia híbrida de discos mecânicos e sólidos distribuídos em dois sites e rede de dados (SAN) Brocade;
  • Adição da funcionalidade de backup em disco para o software Data Protector;
  • Switches Core HPE da Família 5800;
  • Software de Gerenciamento e Monitoramento HPE IMC.

 

  • Aumento da performance dos processos/sistemas internos;
  • Redução dos riscos operacionais;
  • Melhoria na proteção dos dados;
  • Melhoria de desempenho das aplicações;
  • Redução da quantidade de equipamentos;
  • Redução de consumo de energia;
  • Manutenção da ferramenta Data Protector;
  • Manutenção da virtualização vmware;
  • Introdução de armazenamento de dados autonômico;
  • Aumento da disponibilidade do ambiente dentro de um mesmo e entre data centers.